A aplicabilidade da matemática no mundo físico

mathematics

Você já se perguntou a razão do nosso Universo ser projetado na estrutura matemática? Isto é, por qual razão a matemática descreve as leis da física? Ora, a aplicabilidade da matemática no mundo físico, é tão notável, que conseguimos entender a estrutura do espaço-tempo, e até mesmo prever a existência de partículas fundamentais! Literalmente “abrindo as contas”, que foi possível, por exemplo, prever com sucesso a existência do bóson de Higgs, confirmado experimentalmente depois de bilhões e bilhões de doláres gastos e milhares de horas de trabalho humano. O célebre físico Galileu Galilei já dissera : “a matemática é a linguagem da natureza”.

Mas como isso pode ser explicado? Por que a matemática é a linguagem da natureza?

Imagine você que todos objetos matemáticos, como números, desaparecessem da suposta esfera realista onde estão; isso não teria nenhum efeito no mundo físico. A ideia de que o realismo de alguma forma explica a aplicabilidade da matemática, é uma ideia inerentemente implausível. Objetos matemáticos não causam absolutamente nada no Universo. O número 7, por exemplo, não causa nada. Objetos matemáticos são entidades abstratas causalmente isoladas do Universo. Em outras palavras, a aplicabilidade da matemática em uma perspectiva naturalista é uma “feliz coincidência”. Se objetos matemáticos são apenas “ficções úteis”, como é possível à natureza ser escrita na linguagem dessas ficções? No artigo “The Unreasonable Effectiveness of Mathematics in the Natural Sciences” de 1960, o célebre físico Eugene Wigner, conclui :

“O milagre da adequação da linguagem da matemática para a formulação das leis da física é um presente maravilhoso que não entendemos nem merecemos. Devemos ser gratos por isso e espero que ele permanecerá válido em pesquisas futuras e que se estenderá , para melhor ou para pior, para o nosso prazer , embora , talvez, também para a nossa perplexidade, a grandes ramos do saber.”

Bem, me parece claro que não há explicação naturalista para a aplicabilidade da matemática. Pelo menos, não uma explicação razoável desse mistério. O naturalismo não tolera coincidências cósmicas. Entretanto, o teísta já possui uma explicação : quando Deus criou o Universo, Ele o projetou na estrutura matemática que tinha em mente.Isso é essencialmente o que Platão acreditava. O mundo possui uma estrutura matemática, como resultado do design atribuído a natureza, por Deus. O teísta, quer seja realista ou anti-realista, tem os recursos necessários para explicar a estrutura matemática do mundo físico, e consequentemente sua aplicabilidade. Recursos esses que o naturalista, carece.

============================================

Link com o artigo “The Unreasonable Effectiveness of Mathematics in the Natural Sciences” traduzido para o português : http://www.fflch.usp.br/df/opessoa/Wigner-3.pdf

Anúncios

Sobre Douglas Aleodin

Mestrando em Física pela Universidade Federal da Bahia.
Esse post foi publicado em Física e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s