Ciências socias X Ciências naturais

dexter

As ciências naturais descrevem a natureza de modo quantitativo. Deduzem, a partir dos conceitos estabelecidos e testados a previsão e explicação de diversos fenômenos. O sucesso experimental conquistado na regularidade dos acontecimentos da natureza, desperta curiosidade e inveja em outros ramos do conhecimento, de tal forma, que a conclusão obtida é que todo saber, deve passar pela mesma epistemologia frutífera, triunfante da ciência.

O desejo de unir diferentes formas de pensar e descobrir em uma só metodologia, fez a ciência natural surgir como modelo . Assim, nascem as inúmeras ciências que usam da palavra ciência para impor a racionalidade e o objetivismo justificados pela ciências exatas na matemática coerente, pautada não para expressar uma opinião, mas um fato desprendido do subjetivismo e individualismo. A ferramenta do saber, enfim, foi “descoberta” no sentido do que ela pode e onde faz.

A matemática avançada, muito utilizada na Física, é hoje a ponta do conhecimento humano. É até onde nosso intelecto chega. Essas ideias, geram perplexidade, mas pergunto, qual surpresa é maior do que se não obter máquinas térmicas, lâmpadas, toca-discos, cinematógrafo em pleno século XIX ? Tais invenções, são resultado das leis naturais e de sua manipulação. O homem, até então, um mero observador da natureza, passa a investigá-la a fundo no intuito de tirar proveito dela. Seja para comunicar-se, lucrar, produzir. Não importa. Depois das Equações de Maxwell, fica muito claro para todos (inclusive os que não são cientistas) : é essencial a pesquisa possuir um tratamento matemático, pois, provado foi, os números prevêm e criam.

O fracasso das ciências sociais, a antiga Humanas em tentar ser uma ciência, talvez está aí. A matemática, quando aplicada nesses estudos, parece ser tão tonta e discrepante, que o foco não lhe é dado nela. Por pior que seja isso, há mais : a movimentação sociológica – considerando esta como a grande vertente humanística, não apresenta repetições periódicas que independem do ambiente ou das pessoas. É impossível anunciar para uma sociedade, até mesmo um indivíduo, o que irá ocorrer em seguida, pressuposto esse, fundamental na verdadeira ciência.

Assista o que o célebre físico estadudinense Richard Feynman, laureado com o Prêmio Nobel de Física em 1965, diz:

Não afirmo que as análises econômicas, políticas e sociais são irrelevantes para nós. Pelo contrário, acho excelente. Entretanto, empregar um termo científico nisso, é exagerado e errado. Alguns pensadores utilizam do paradigma emergente na comunidade científica gerado pela Mecânica Quântica, baseada na disparidade causada pela mesma em relação à Mecânica Clássica e Relatividade, para justificar a necessidade de uma nova ordem científica. Por exemplo :

  • Mecânica clássica – Determinismo, certeza, reversível…
  • Mecânica Quântica – Probabilidade, incerteza, irreversível…

Lembro que uma mecânica não desmente a outra. O mundo microscópico é apenas diferente do nosso mundo “vísivel”. A mecânica clássica ainda sim, é válida.

O argumento desses pensadores é quebrado quando olhamos para o passado e lembramos das coisas incríveis já criadas pelo método científico que nem nos damos conta, por estarmos acostumados com Ipads e Iphones. O paradigma existe pela nossa incapacidade. Newton já dissera em pleno século XVII “não podemos enxergar o dentro, só o fora”.

======================================================================

O post foi escrito por causa da inspiração de um ônibus que informava “Congresso científico das ciências de estética e cosmetologia na UFBA”

Anúncios

Sobre Douglas Aleodin

Mestre em Física pela Universidade Federal da Bahia.
Esse post foi publicado em Física, Física do dia-a-dia e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s